Câmara derruba veto e aumenta pena para ataques cometidos em redes sociais

A câmara dos deputados votou para derrubar o veto para abrir caminhos para o perdão de dívidas de igrejas, por recomendação de Paulo Guedes o presidente Bolsonaro tinha vetado a parte do perdão a dívidas tributárias de igrejas em setembro do ano passado, mas  defendeu em uma rede social que o congresso derrubasse a própria decisão, essas decisões ainda precisam ser confirmadas pelo congresso, mas primeiro o senado precisa analisar esse veto que o presidente Bolsonaro impôs , a um artigo que diz que templos e instituições religiosas passariam a pagar a contribuição social, com o veto do presidente elas passariam a ter que pagar essas contribuições, o ministro da economia colocou que o veto que beneficiavam igrejas viola  a lei de responsabilidade fiscal o que poderia gerar crime de responsabilidade, e o próprio presidente Bolsonaro disse que ficaria exposto a um processo de impeachment se não vetasse aquele artigo, agora a câmara dos deputados derrubou o veto e agora segue para o senado que está analisando para decidir se vai manter o veto ou derrubar o veto.