Caso Henry: A casa caiu – Entenda

A polícia vai usar um programa para recuperar mensagens e acessar dados que foram apagados do celular da mãe e do padrasto do menino Henry Borel o vereador Dr Jairinho, Henry de 4 anos morreu no início nesse mês em circunstâncias que ainda não foram esclarecidas, a criança estava na casa do padrasto e da mãe na barra da tijuca zona oeste, segundo a versão deles a criança foi encontrada desacordada e socorrida para o hospital, os investigadores já ouviram depoimentos de 16 pessoas sobre o caso, ao todo 11 celulares fora apreendidos, são aparelhos de Jairinho, Monique e Leniel todos os telefones vão ser policiados, o advogado de defesa da mãe de Henry diz que não tem informação sobre mensagens apagadas, mas acrescentou que não estranharia se apagasse, é comum apagar dos celulares, eu apago dos meus diz o advogado do caso, o objetivos dos policiais é acessar mensagens apagadas dos celulares de Jairinho e Monique, foi apurado que numa análise preliminar já identificaram que conversas foram deletadas de um dos aparelhos apreendidos na casa do vereador, o caso segue em investigação.