Caso Henry: Defesa de Jairinho fez um novo pedido para a justiça – Entenda

A defesa de Dr Jairinho e Monique Medeiros pediu para a justiça para que as provas coletadas por aparelhos eletrônicos que foram apreendidos sejam anuladas, durante uma operação da polícia civil, a mais ou menos duas semanas fossem totalmente descartadas, o que a defesa alega é que as provas, os telefones e os notebooks não foram lacrados corretamente no momento da apreensão e que isso poderia prejudicar a investigação que poderia ter sido violada de alguma forma esse aparelho eletrônico, a gente lembra que no dia 26 de março a polícia civil fez uma operação apreendeu aparelhos telefônicos e também notebooks tanto do Dr Jairinho, tanto da Monique mãe do menino Henry de 4 anos e do Leniel Borel pai do menino Henry Borel, todos os aparelhos eletrônicos e de familiares também, foram apreendidos e levados para a polícia civil, a defesa alega também que a delegacia da barra que investiga o caso e o delegado estaria sendo parcial na investigação, por isso pediu a transferência do caso para a divisão de homicídios que poderia investigar, só que na semana passada a justiça já tinha negado tanto esse pedido, quanto o pedido de anulação do processo, então provavelmente deve negar novamente.






Faça Parte! Adicione seu e-mail e receba mais informações