Caso Henry: Veja agora um trecho da carta que Monique escreveu na prisão

De acordo com uma reportagem do programa Fantástico que foi ao ar no último domingo 25 a mãe de Henry Borel Monique Medeiros que está presa escreveu uma carta de 29 páginas na prisão e deu uma nova versão do caso, as informações são do G1 revelado na publicação a professora fez um novo relato sobre o dia da morte do filho que aconteceu em 8 de março de 2021, na carta Monique afirma que naquela noite teria sido dopada pelo então namorado Doutor Jairinho, ligou a televisão no canal qualquer baixinho, ligou o ar condicionado, me deu dois medicamentos que estava acostumado a me dar logo eu adormeci, acho que nem chegamos a conversar de madrugada nada ele me acordou dizendo para eu ir até o quarto que ele pegou o Henry do chão o colocou na cama e que meu filho estava respirando mal, Monique admite que mentiu para polícia em seu primeiro depoimento, a mulher ainda afirma que foi agredida diversas vezes pelo vereador e que viviam relacionamento abusivo por isso teria sido coagida dar um relato falso para as autoridades, a mulher afirma que teria sido orientada, a mentir por ter sido convencida de que não teria como pagar por um advogado de defesa e que deveria proteger Jairinho que se diz inocente escreveu.






Faça Parte! Adicione seu e-mail e receba mais informações