Como participar de um leilão de motos

– O que é um leilão de motos?

Você provavelmente já viu motos sendo apreendidas na sua cidade. Mas, você sabe o que acontece com essas motos? Nos exemplos mais comuns, temos uma moto comprada por financiamento bancário que está com muitas parcelas atrasadas e, por isso, recebe uma ação de busca. Quando essa moto é apreendida, ela é levada ao pátio do Detran mais próximo, onde ela pode ficar por até 90 dias.

Para que o dono da moto apreendida possa recuperar seu veículo, é necessário resolver todas as irregularidades da moto. Muitas vezes, se o custo da irregularidade é o mesmo, ou até maior que o valor da moto, as pessoas optam por abandonar o veículo.

– O que acontece com as motos que ficam no Detran por mais de 90 dias?

Se o tempo limite é esgotado, é entendido que o dono do veículo não está em condições de assumir a dívida de regularização. Assim, essa moto é colocada para ser leiloada. Os leiloeiros são os responsáveis por esse papel. São eles que leiloam as motos, individualmente ou em quantidade. Checar a reputação deles é interessante se você está pensando em dar um lance.

– Como funcionam os leilões?

Alguns deles acontecem pela internet, outros acontecem online. Você pode checar a disponibilidade de leilões no site do Detran. Funciona como nos filmes, quem dá mais, vence. No entanto, é importante que você fique de olho em duas coisas:

  1. Condições

Algumas das motos leiloadas pelo Detran são bem conservadas, outras nem tanto. Se você pretende comprar um veículo, em vez de vender as peças, garanta que as condições da moto são boas. Afinal, é decidido se a moto é conservada ou sucata. A moto só tem autorização para rodar se estivermos falando da primeira opção.

  • Pendências

Quem conseguir a moto por leilão, deve regularizar as pendências do veículo. Então, fique de olho nas multas anteriores e regularizações necessárias. Esteja preparado para alguns gastos extras que não estavam dentro do planejado. Assim que conseguir a moto, leve-a para o Detran (caso o leilão tenha ocorrido em outro local) e faça todas as regularizações necessárias para que não hajam riscos de que a moto seja apreendida novamente.

Seguindo essas dicas, você conseguirá rodar com a sua moto de leilão. Não esqueça de checar o site com frequência para não perder boas oportunidades.