Descubra o que e como funciona um leilão de motos

Ter uma moto é o sonho de muitas pessoas. Hoje em dia, não há quem não inclua um veículo no plano de vida. Eles já fazem parte da nossa ideia de futuro. Você se imagina andando a pé daqui a 10 anos? Eu não acho que a resposta seja sim. Se você ainda não tem um veículo e mal pode esperar para ter oportunidade de compra-lo, você vai ser apresentado para um método de compra que talvez não conheça (ou deseje saber mais) nos próximos parágrafos: o leilão de motos.

– O que é um leilão de motos

Se você nunca ouviu falar sobre um leilão de motos do Detran na sua cidade ou em cidades vizinhas, talvez você deva pesquisar mais sobre o assunto. Os leilões de moto são feitos por leiloeiros, é recomendado checar a reputação deles na área. Nesses tipos de leilão, são vendidas motos de todas as cores, marcas e modelos, por unidade ou em lote. As motos podem estar em bom estado ou não, por isso, é preciso ter cuidado para que o barato não saia caro.

– De onde vem as motos leiloadas

As motos leiloadas são motos apreendidas. Quando o Detran apreende uma moto, por qualquer que seja o motivo, a moto pode passar 90 dias no pátio até ser resgatada. Mas, não basta chegar lá e pedir a moto de volta. Entenda: um dos principais motivos da apreensão de motos são parcelas atrasadas de um financiamento bancário. Portanto, para tirar a moto de lá, será necessário resolver as pendências que ela carrega.

Muitas motos acabam ficando no pátio do Detran. Isso porque, em alguns casos, a dívida a ser paga supera o valor da moto. Então, não vale a pena pagá-la. Passado os 90 dias, o Detran assume que o dono não irá resgatar o veículo e, por isso, envia a moto para ser leiloada. O valor arrecadado é utilizado para pagar a dívida, com o banco por exemplo.

– Como participar do leilão

É simples! Primeiro, é preciso que você entre no site do Detran, no qual encontrará informações sobre datas de leilões e motos disponíveis. É só conferir e marcar a data e local no seu calendário. Dê uma atenção especial a esses dois quesitos: condições e pendências. Não compre uma moto super desgastada achando que vai poder rodar com ela. Além disso, as pendências da moto vêm juntas a ela. Fique atento! Se você perceber que o preço da moto está muito abaixo do normal, talvez ela traga uma carga em multas.