Financiar um carro novo: Veja como pagar a menor parcela

Antes de comprar um carro, alguns pontos devem ser analisados ​​para evitar problemas. Ao decidir comprar um veículo, os indivíduos precisam verificar as características de sua situação financeira. As formas mais populares de comprar um carro parcelando o valor são: o financiamento e o consórcio. Comprar um carro através de financiamento é um pouco complicado, mas é rápido. Explicamos aqui as características do dessas formas de parcelamento.

Financiar um carro novo

O objetivo de comprar um carro através de financiamento está voltado para uma pessoa que precise do veículo imediatamente. No entanto, você precisa entender alguns requisitos básicos que podem ser prejudiciais de acordo com a sua situação financeira.

Embora o financiamento seja uma opção viável, os candidatos precisam entender alguns requisitos. Por exemplo, valor de entrada. De acordo com o preço do carro e o valor dado como entrada, a parcela e a taxa de juros adicionada em cada fatura é muito baixa.

Porém, se o solicitante não fornecer um valor de entrada, o pagamento da parcela será maior. Você pode pagar o dobro do preço de mercado do veículo e obter uma taxa de juros abusiva.

Uma das sugestões é ter um valor de entrada para reduzir o número de parcelas e a taxa de juros. A segunda sugestão é analisar se o financiamento atende aos seus requisitos e está dentro do orçamento.

Comprar o carro novo pelo consórcio

A segunda opção, e a opção mais recomendada para muitas pessoas, é um consórcio. O consórcio, por sua vez, trouxe grandes benefícios. Este método é ideal para quem não tem pressa em comprar um carro. O consórcio é uma boa opção porque, comparado ao financiamento, não cria um abuso de taxas de juros. Outro atrativo é que, diferentemente do financiamento, o consórcio não analisa as condições do consumidor nos órgãos de proteção ao crédito (Serasa e SPC).

Como entrar em um consórcio?

Para comprar um carro por meio de um consórcio é necessário dar uma entrada, ou seja, obter o valor recomendado. Vale ressaltar que o valor e o modelo do veículo devem ser notificados ao administrador do grupo para que possam ser adicionados ao contrato para serem impressos e assinados.

A única taxa de juros incluída é quando a fatura não é paga na data determinada. Com isso em mente, é necessário manter o pagamento atualizado e prosseguir com a licitação, pois se o proprietário não tiver pago maior parte do boleto, pode perder a chance de ser sorteado para receber a carta de crédito.