Marcelo Queiroga assume o ministério da saúde

A cerimônia não constava na agenda oficial do presidente Jair Bolsonaro, pouco tempo depois a mudança foi publicada em edição no diário oficial da união, o cardiologista Marcelo Queiroga de 55 anos será o 4° ministro da saúde no governo Bolsonaro, e assumir o pior momento da pandemia no Brasil, vai ter que resolver problemas de escassez de oxigênio e do kit intubação, usado em pacientes que estão em UTIs, além de assumir a campanha nacional de vacinação, o destino de Eduardo Pazuello ainda não foi definido. O médico cardiologista Marcelo Queiroga aceitou o convite de Bolsonaro para ser ministro da saúde dia 15 de março terça feira, depois disso houve demora em assumir e isso causou estranhamento porque normalmente quando o presidente escolhe um ministro e ele aceita, então o mesmo assume imediatamente o seu cargo, depois de algumas semanas que havia aceitado o convite Queiroga cumpriu agenda com tarefas juntamente com Pazuello para se familiarizar com o novo cargo e com os problemas que terá que enfrentar por causa da pandemia.