O que esperar de um Cruzeiro

À pergunta mais comum que me fazem a respeito de cruzeiros — “O que posso esperar da viagem?” —, só tenho uma resposta: depende muito do cruzeiro que se faz.

Há cruzeiros mais simples, informais, outros mais formais, e alguns são mesmo luxuosos, o que se reflete em tudo: na comida, no entretenimento, nas acomodações… Por isso é preciso pesquisar muito antes de comprar — os cruzeiros all-inclusive, por exemplo, podem parecer muito interessantes financeiramente, mas costumam oferecer produtos de qualidade inferior, sobretudo no bar.

De qualquer maneira, cruzeiros costumam envolver conforto, boa comida e muitas opções de lazer, cultura e fitness, para todas as idades. Muita gente se pergunta quais as vantagens de escolher esse modo de viajar — acho que se pode esperar de tudo, menos rotina.

A ideia central do cruzeiro é tornar cada dia do roteiro uma nova experiência, em um local diferente, e isso se traduz também no show noturno, que muda diariamente, e no cardápio dos restaurantes, que se modifica a cada refeição.

As vantagens em relação a um hotel ou resort , geralmente se destacam pelo valor final da compra e, em alguns casos, pelo serviço. A relação custo-benefício de um cruzeiro, seja ele econômico, tradicional ou de alto luxo, é geralmente muitíssimo interessante.

Além disso, inúmeros destinos são conhecidos, mas as malas são feitas uma única vez, independentemente da duração da viagem, sem diferentes check-ins e checkouts ao longo do percurso.

Nenhum cruzeiro marítimo é igual, assim como nenhuma companhia aérea é igual, sobretudo porque nenhum passageiro é igual. Claro que o perfil do cruzeiro determina majoritariamente o perfil de seus passageiros, mas, em geral, você encontra a bordo pessoas de diferentes nacionalidades, classes sociais e culturas.

A onda dos cruzeiros temáticos, por exemplo, começou no resto do mundo há mais de uma década, mas ganhou força no Brasil nos últimos cinco anos, talvez mais que em qualquer outra região.

Hoje, é comum encontrar cruzeiros destinados exclusivamente a jovens, a idosos, a famílias, a pessoas interessadas em atividades físicas e bem-estar, cruzeiros gastronômicos, de dança e inúmeras outras possibilidades.

É possível encontrar até mesmo cruzeiros fluviais, ou seja, que fazem sua rota ao longo de rios e canais importantes mundo afora — do Amazonas aos canais holandeses. Outro aspecto importante é que a nova geração de cruzeiros no Brasil busca simplificar um pouco as viagens de navio.

As companhias perceberam que quem busca um cruzeiro quer acima de tudo conforto e descanso, e não necessariamente ficar se paramentando para eventos sociais e jantares sofisticados. Por isso os cruzeiros brasileiros são cada vez mais informais.