Saiba porque os comércios grandes estão decretando falência – Entenda

No centro de comércio municipal em São Paulo ou nas ruas de comércios mais luxuosos o clima de desolação é grande, com a fase vermelha as lojas abaixaram as portas e os clientes desapareceram, a medida já se reflete nos números, dados preliminares da associação comercial, apontam queda de 18,99% na movimentação do varejo, em relação a fevereiro, e 16,8% comparando com março do ano passado, índices que colocam em risco a sobrevivência de muitas empresas, sem faturar muito tempo e com os compromissos vencendo não há como a empresa sobreviver, tudo é uma questão de tempo, os lojistas que não funcionaram em março e junho do ano passado, tiveram um prejuízo de 24 bilhões de reais, mesmo com o retorno das atividades parcialmente no segundo semestre, neste ano as perdas foram de 6 bilhões apenas no mês de março, para os lojistas de shopping a situação é ainda mais grave, 84% teve que fazer demissões e 53% teve o fechamento definitivo, outra pesquisa conta que em 2020 o pedido de falência teve uma alta de 12% no pais, já as micro e pequenas empresas são maioria com cerca de 85%.