Só nos Estados Unidos dois milhões e meio de americanas abandonar uma força de trabalho

Só nos Estados Unidos dois milhões e meio de americanas abandonar uma força de trabalho aqui no Brasil a situação é ainda pior a crise atinge oito milhões de brasileiras A reportagem é da núria Saldanha pandemia provocou uma grande crise econômica Global quem conseguiu se manter no emprego teve mudanças drásticas na rotina para aqueles que têm filhos pequenos equilibrar trabalho e cuidados com as crianças 24 horas por dia sete dias por semana não tem sido uma tarefa fácil o novo coronavirus teve um efeito ainda mais devastador sobre a força de trabalho feminina 5,4 milhões de mulheres perderam seus empregos desde fevereiro de 2020 nos Estados Unidos e não conseguiram recuperá-los e 2,5 milhões delas decidiram abandonar a força de trabalho no Brasil a pandemia deixou mais da metade das mulheres fora do mercado de trabalho o último dado da pnad continua mostra que 8,5 milhões de mulheres se tornaram inativas sem emprego e sem buscar uma ocupação contrariando crise anteriores em que o desemprego atinge a áreas como construção e manufatura tradicional mente ocupadas por homens desta vez o impacto econômico pegou em cheio o setor de serviços e turismo calidad Essas foram as áreas que foram mais afetados por cortes e as mulheres mais representados nessas áreas Janaína era chefe de cozinha em uma empresa de eventos quando a pandemia chegou o buffet passou a trabalhar para o governo entregando refeições em abrigos mãe solteira ela não deu conta da jornada dupla pediu demissão e Precisou se Reinventar criou uma empresa de refeições embaladas a vácuo entrega em todo o território americano nesse período que eu parei e fiquei com a minha filha dentro de casa porque eu pude pensar e repensar o que eu realmente queria o empreendimento ainda não gera lucros mas a brasileira acredita que com avanço e o da vacinação e a retomada Econômica ela pode encontrar o equilíbrio com trabalho mais flexível e os cuidados com a filha já Nicole foi demitida porque não pode voltar para o escritório ela precisa tomar conta do filho de 7 anos que só tem aulas virtuais desde o início da pandemia Os dois estão sobrevivendo com ajuda do governo e doações de alimentos contra ela os números são assustadores e nem assim conseguem capturar o desafio que o último ano significou para elas por causa do tipo de ocupação dos salários historicamente mais baixos e da sobrecarga do trabalho doméstico as mulheres precisaram abandonar seus empregos e podem ter perdido décadas de avanço no mercado de trabalho é o que me diz o economista e professor da north-western e Universe Matias do que especialista em estudos de desigualdade de gênero das mulheres que perderam o emprego e podem ter rendimentos mais baixos talvez pelas próximas décadas conclui o especialista tem a seguir uma reportagem sobre a situação de mulheres que tem que dividir a vida delas entre o empenho com a profissão a casa é






Faça Parte! Adicione seu e-mail e receba mais informações